Veneza é um lugar encantado

“Uma cidade será sempre o que nosso coração diz que ela é.”
Jorge Adelar Finatto in Veneza no Coração

Houvesse palavras que não me pertencessem, mas que ilustrassem na perfeição o que fiquei a sentir por Veneza e colocaria aqui imediatamente para suplantar esta dificuldade que ainda sinto em descrever esta cidade única e mágica. Talvez assim fosse mais fácil perceber a empatia imediata que se gerou, mal abandonei o barulho ensurdecedor dos motores da dita civilização em que vivemos e passei a ouvir apenas o som, que surgia entre a amálgama de vozes de italianos e de nacionalidades várias, e o cruzar de gôndolas e vaporettos nas águas dos canais. A tranquilidade tomou-me de assalto desde o momento em que pisei solo veneziano e afastou qualquer receio que pudesse existir, só pelo facto de estar rodeada por água.
Os dias 1 e 2 de Dezembro trouxeram literalmente a água aos nossos pés… nem queríamos acreditar na imagem que tínhamos da porta do hotel, que ficava diante do grande canal.

img_0063_hotel_inundado                                Átrio do hotel NH Manin – Veneza [01.12.2008]

Ficámos retidos neste átrio e na sala de estar mesmo ao lado, por sinal lindíssimos, durante horas. A subida das águas estava já prevista, mas depressa percebemos que tal tinha ultrapassado as expectativas de todos, tornando-se num marco histórico dos últimos 22 anos. Acompanhámos a azáfama dos funcionários, o passar dos barcos, que tentavam fazer o ponto da situação, a lenta descida das águas…  e nós só queríamos estar no coração de Veneza, na Praça de São Marcos, de onde já ouvíamos histórias fantásticas.

img_0073_cruz-de-malta          Vista do Hotel sobre o grande Canal – Veneza [01.12.2008]
img_0113_galochas1                                                              Rua inundada – Veneza [01.12.2008]

Decidimos que o primeiro passo seria mesmo comprar galochas para partir à aventura. Quem diria que esta seria a nossa prioridade em Veneza?

img_0324_praca-de-sao-marcos Praça de São Marcos – Veneza [02.12.2008]

Nada podia estragar a nossa alegria, pois estávamos em Veneza… de galochas, mas em Veneza.

img_0465_galochasO grupo e as suas galochas na Praça São Marcos -Veneza [02.12.2008]

Até breve… com mais histórias di Venezia.

4 pensamentos sobre “Veneza é um lugar encantado

  1. Como já anteriormente disse, não bastava estar de férias em Veneza, como assistiram a um fenómeno não visto há anos… ganda pontaria😀
    E Veneza é linda de qualquer maneira… com galochas, sem galochas… Veneza é única.

    Bj*

    Gostar

  2. Pingback: Day 10 | A Place (Um lugar) | Por Outras Palavras...

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s