Já pensaram nos vossos desejos para 2012?

Expectativas…

Feliz Natal…

Natal e frio fazem a melhor combinação…

… mas resguardem-se do frio! Ficam aqui alguns truques! 😀

Harold's Planet

Hora de reflectir…♥

O primeiro Natal do meu ‘príncipe’…

… ou como a minha vida está repleta de tão infinito amor!

Este Menino

Este Menino
é pequenino,
qual passarinho
a querer poisar
devagarinho.

Devagarinho
poisa no ninho
que o colo tem:
ninho do colo
da sua mãe.

in “O Livro do Natal” de Maria Alberta Menéres

Das boas notícias que a música portuguesa nos dá…

Fiquei mesmo muito contente com esta notícia e, mesmo que a banda sonora do documentário “José e Pilar” não culmine numa das principais nomeações dos Óscares deste ano, a honra da pré-nomeação ninguém nos tira.

JÁ NÃO ESTAR – CAMANÉ

Se às vezes numa rua no lugar
eu penso que um dia hei-de morrer
sei que tudo o que tenho vou deixar
aqui onde hoje estou deixo de estar
e tudo quanto sou deixo de ser

medo da morte não consigo ter
mas outros mais humanos e banais
medos que a gente tem mesmo sem querer
como o medo que eu tenho de morrer

só por querer viver um pouco mais
se consigo a meu modo estar no céu
mesmo vivendo neste chão de inverno
se apenas sou árvore que cresceu
no espaço e no tempo que é o meu
para que havia eu de ser eterno

mas como as minhas cinzas vão ficando
debaixo de uma pedra de jardim
meu amor tu sabes onde me encontrar
e uma flor sobre a pedra vais deixar
de cada vez que lembrares de mim
de cada vez que te lembrares de mim

Letra: Manuela de Freitas
Música: José Mário Branco

Há um mês atrás…

O meu mundo ficou maior…
A minha vida prolongou-se…
O meu coração encheu-se de um amor sem tamanho…

Há um mês atrás nasceu a luz da minha vida!

Rodrigo c/ 15 dias

Foto de Inês Gonçalves

Por aqui ando com “a calma a aguardar lugar em mim“…

Sabe bem acalmar na doçura de vozes como esta.
Gosto do primeiro videoclip desta música, mas admito que prefiro ouvir este lindo tema na mais recente versão de Márcia na companhia de JP Simões.

A pele que há em mim Márcia

Quando o dia entardeceu
E o teu corpo tocou
Num recanto do meu
Uma dança acordou
E o sol apareceu
De gigante ficou
Num instante apagou
O sereno do céu

E a calma a aguardar lugar em mim
O desejo a contar segundo o fim.
Foi num ar que te deu
E o teu canto mudou
E o teu corpo do meu
Uma trança arrancou
O sangue arrefeceu
E o meu pé aterrou
Minha voz sussurrou
O meu sonho morreu

Dá-me o mar, o meu rio, minha calçada.
Dá-me o quarto vazio da minha casa
Vou deixar-te no fio da tua fala.
Sobre a pele que há em mim
Tu não sabes nada.

É Natal, é Natal…

As ruas têm menos decorações e luzes de Natal, a crise aperta e não nos deixa ser uns ‘mãos largas’ na hora de encher o sapatinho, mas a nossa grande sorte é que, mesmo assim, não deixa de ser Natal. Não é fantástico? 🙂

It’s Beginning To Look A Lot Like Christmas – Bing Crosby

It’s beginning to look a lot like Christmas everywhere you go
Take a look in the five and ten glistening once again
With candy canes and silver lanes aglow.
It’s beginning to look a lot like Christmas
Toys in every store
But the prettiest sight to see is the holly that will be
On your own front door.

A pair of Hopalong boots and a pistol that shoots
Is the wish of Barney and Ben
Dolls that will talk and will go for a walk
Is the hope of Janice and Jen
And Mom and Dad can hardly wait for school to start again.
(It’s beginning to look a lot like Christmas
Everywhere you go)
There’s a tree in the Grand Hotel, one in the park as well,
The sturdy kind that doesn’t mind the snow.
(It’s beginning to look a lot like Christmas)
Soon the bells will start,
And the thing that will make them ring
Is the carol that you sing right within your heart.

It’s beginning to look a lot like Christmas
Toys in every store
But the prettiest sight to see is the holly that will be
On your own front door.
Sure it’s Christmas once more