Sempre lacónico e atento, ‘o meu amigo Harold’…

Pena as pessoas não seguirem esta regra tão simples, Harold! Mas, sabes, elas tendem a falar sem pensar e sem perceber que as palavras têm uma força imensa, para o bem e para o mal. E que, quando é do mal que se trata, elas chegam a ferir, a rasgar a alma… que até se pode recompor, mas que em tempo algum volta a ficar igual. Resta-nos as que são ditas com amor, que saem directas do coração e que movem a vida num sentido bem mais positivo e bonito.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s