O que se passa com a amizade? Ou melhor, o que se passa connosco?

A mais recente publicidade da Super Bock é genial. Tornou-se rapidamente num fenómeno viral nas várias redes sociais. E porquê? A cerveja continua a ser, para mim, a melhor do mercado português. Mas isso não mudou com o spot. A edição de imagem é excelente, a música é intrigante, a locução (que parece ser do actor Marco Delgado) faz a diferença! Porém, o que se destaca é simplesmente a mensagem! Um texto breve e claro, mas profundo, que se torna suficiente para embater, à primeira visualização, contra a surdez e apatia em que vivemos. Estranhamente rodeados de gadgets que nos prendem o olhar. Uma mensagem que serve, se assim quisermos ou aceitarmos, quase como um recado para cada um de nós. Não vale a pena negar. Faz falta beber uma boa cerveja, mas a maioria está, na verdade, sedenta de contacto, de afectos, de partilha directa de emoções… de comunicar olhos nos olhos. A metáfora é muito feliz!!! Portanto, não se passa nada com amizade! Ela está e sempre estará bem de saúde, se for bem ‘regada’, seja com cerveja ou outra qualquer bebida! (desde que  feito com moderação e na idade certa).

Única ressalva: não concordo com a frase os grandes amigos vão-se tornando estranhos’, porque, se a amizade for de facto grande, ela nunca acaba.❤

O que se passa com a amizade?

Se os amigos são tão importantes na nossa vida, como é que temos tão pouca vida para os amigos? Tudo serve de desculpa. O trabalho, a família, o sono, o sofá. Habituamo-nos a adiar encontros cada vez com menos caracteres. Conversamos com ecrãs. Rimo com as teclas e fazemos likes para enganar a saudade. Mas entre um “não posso” e outro, os grandes amigos vão-se tornando estranhos. O que é estranho!

As grandes amizades não pedem muito. Mas pedem manutenção. Pedem olhares, silêncios, sintonia. Piadas que mais ninguém percebe. Pedem tempo! Mesmo que pareça pouco. Vai sempre parecer.

Não precisamos de mil amigos, precisamos de bons amigos. Muito mais do que imaginamos. Vá lá… liga-lhes e fura-lhes a agenda. Arranca-os da rotina. Das desculpas, seja a que horas for. Se estiveres de pijama, veste umas calças por cima. Marquem encontro no sítio do costume e façam o que sempre fizeram. Nada! Tenham conversas que não levam a lado nenhum. Contem as mesmas histórias de sempre, mas estejam juntos. Está na altura de pousarmos o telefone e levantarmos o copo. Se não puderes hoje vai amanhã. Mas vai mesmo.

Se a vida conspira contra a amizade, conspiremos juntos para a defender.

Leva a Amizade a sério!”

4 pensamentos sobre “O que se passa com a amizade? Ou melhor, o que se passa connosco?

  1. a amizade morre. fica a ilusão da amizade. os grandes amigos deixam de ser grandes amigos e passam a ser conhecidos debaixo da ideia de que que são grandes amigos. A amizade, o amor, os afectos, sejam eles de que natureza forem, necessitam mesmo de manutenção. Andamos demasiado equivocados. É algo que é característico dos nossos tempos. O equívoco. Pensamos que somos melhores pessoas do que aquilo que somos, que temos coisas que não temos e que somos capazes de actos que no fundo não praticamos há muito tempo. Temos de exercer a amizade. Senão é apenas um sucedâneo.

    Liked by 1 person

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s