Work in progress << Da vida e do que (posso e quero) fazer para a viver bem #8

 

“não temas fazer o caminho de regresso a ti. não temas o julgamento dos outros.

recomeça sempre que [a vida] não te fizer sentido.

arruma a casa, a cabeça e a vida.
vai guardando tudo o que precisas de guardar. vai largando tudo o que pesa muito e te prende ao chão.
desfaz-te das ilusões que um dia fizeram parte dos teus dias. e que hoje, quando páras e as observas, já não cabem em ti.

e mesmo que outros achem que essa volta de 180º é a coisa mais difícil da tua vida, tu vais saber que o verbo que metade do mundo conjuga não é o que queres praticar no equilíbrio certo de ti: ter.

e que tudo o que procuras, e que queres continuar a aprender todos os dias, é a conjugação certa, mesmo que imperfeita, do verbo que te move: SER.

Texto e imagem da querida Sofia*, aqui
*(Eternamente) grata pelas palavras e pela partilha!❤

|Palavras que me constroem, que ajudam a preencher lugares vazios ou dão resposta às perguntas em aberto!|

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s