Da paternidade ou de como são lindos os momentos a dois #5

O acaso de uma foto relembrou-me esta rubrica, que já há muito não assinalava. Tenho pena, porque registos não faltam! Mas adiante.
Como comecei por dizer, estava a tirar-lhes uma foto, como faço tantas vezes, e tive um ‘flashback’ ou um ‘déjà vu’ (não sei que termo usar) e não descansei enquanto não resolvi o mistério. 🙂

Esta foi a foto que tirei:

R.
Neste post está a foto que pôs o meu cérebro em alvoroço. E como foi lindo e maravilhoso este ‘reencontro’! É nestas alturas que eu percebo porque tenho (ainda) este blog.

Acabei por juntar as duas fotos, numa composição ‘homemade’, mas que mostra como a curiosidade do pequenino continua, como as memórias são maravilhosas e, acima de tudo, como o tempo voa! ❤

ad

Eu sei, sou uma nostálgica! Mas sou tão feliz assim! ❤

Anúncios

*”É seres alma e sangue e vida em mim”…

Há 5 anos soube que estava grávida!
Há 5 anos entendi o significado deste *verso lindo de Florbela Espanca.

Serás sempre a maior dádiva da minha vida, meu amor! ♡♡♡


 Foto by Parallax Photography (editada por mim)

Imagens da alma…

Imagem @ Pinterest

Imagens da alma…

Imagem @ Pinterest

‘A finitude é o destino de tudo’*

Grey’s Anatomy (S.11)

Foto @ Buzzfeed

*José Saramago

Imagens da alma…

Imagem @ Pinterest

Imagens da alma…

11159524_971313612886676_26578896803061552_n Imagem @ Pinterest

Hoje foi assim e foi maravilhoso…

Sou uma mulher de sorte! De uma imensa sorte!

páscoa

Imagens da alma…

Imagem @ Pinterest

Dia do *Sr. Pai…

“Um pai é mesmo uma pessoa muito especial.
Capaz de se dobrar, desdobrar, encolher e esticar… um pai transforma-se, num passe de mágica, nos objetos mais incríveis.
Ou será que nunca repararam nos pais transformados que andam por aí?
Pais-cabides, pais-ambulâncias, pais-aviões, pais-sofás, pais-escadotes, pais-travões…
Basta abrir os olhos e observar.”

in ‘Pê de Pai’ *de Isabel Minhós Martins e Bernardo P. Carvalho
[Um livro lindo, que recomendo. Foi o presente de Natal do Rodrigo para o pai! ❤ ]

diadopai_15
*É estranho, admito, mas é deste modo que o mais pequeno chama pelo pai nos últimos tempos. Culpa de quem? Do próprio pai, está claro! De tanto usar a dita abreviatura, a criança não tem como fugir à imitação mais do que normal da idade! 🙂